Amorizade

Amor + Amizade – Termo de Luandino Vieira

Considerandos sobre o amor (85) 16/03/2010

Filed under: considerandos sobre o amor — jacky @ 5:32 pm

O amor às coisas

Gostamos das nossas coisas, algumas já nem as vemos, já estão lá há tanto tempo que fazem parte da mobília, outras são como troféus, recordações de momentos felizes, vitórias. Temos tendência para esconder as coisas que nos magoam, que nos relembram fracassos.

Há coisas que nunca vimos antes e por isso não as desejamos. Há outras que já temos há muito e que só voltamos a querer porque vimos alguém a desejar essa mesma coisa. O amor às coisas está muito ligado ao desejo de se possuir e preenche muitas vezes uma necessidade de nos sentirmos seguros. Possuir muita coisa faz-nos sentir bem, seguros, triunfantes.

Ter coisas é palpável, é concreto, muito melhor do que se ter afectos, muitas vezes, inconstantes, mutáveis. Cercamo-nos de coisas porque pensamos que assim poderemos suprir as nossas carências. Mas a verdade é que hoje podemos ter muito e amanhã podemos ficar sem nada num incêndio ou num terramoto.

Há alturas em que temos de mudar de casa ou de cidade, temos de decidir o que é realmente imprescindível e descobrimos que afinal precisamos de muito pouco. Podemos mudar de emprego, de cidade, de país, mas continuamos a ser os mesmos. O que realmente importa somos nós e todas essas vivências afectivas, algumas já do passado, outras ainda presentes, algumas inacabadas e outras eternas.

Há que aprender que dar e receber coisas nunca vai superar o afecto (ou não) com que essas coisas são dadas e recebidas. Ser, sentir, mais do que possuir. Pensem nisso.

Jacky (16.03.2010)

 

5 Responses to “Considerandos sobre o amor (85)”

  1. helena Says:

    eu estou numa fase em que não sei quem sou ou melhor, saber sei, mas não gosto do que me estou a tornar.

  2. rita Alentejana Says:

    Ide escrever, eu quero coisas novas!

  3. jacky Says:

    Cada dia é um dia, Helena!

    A menina Rita manda e a Jacky obedece!

  4. daiane silva Says:

    gostaria de saber a resposta dessa charada por favor.
    Momentos e pessoas sempre são bons para recordar… ”
    ” Na chuva o ultimo pingo qem devide a Chuva “

  5. sabria que não sei o que fala

    ser vc sabre me fale porfavor

    eu vou te ama para sempre.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s