Amorizade

Amor + Amizade – Termo de Luandino Vieira

Impávido… 20/06/2010

Filed under: emoções — jacky @ 1:07 am

Quando estava no 12º ano, tinha uma turma muito diversificada, desde grandes crânios a poetas, responsáveis e amalucados. Havia um rapaz que se chamava João Pedro que estava sempre com aquela cara que agora está na moda referir-se como «impávido e sereno». Ele estava sentado perto de mim mas passava despercebido. Talvez fosse tímido, talvez não gostasse de ser o centro das atenções, talvez estivesse habituado a ter essa cara por qualquer motivo que desconheço.

Os dias foram passando, fomos estudando e o ano lectivo estava quase a acabar. Um dia, a professora de Francês em vez de nos atazanar com o «imparfait du subjonctif» decidiu pôr-nos a cantar «Ne me quitte pas» de Jacques Brel. No início, estávamos pouco à vontade mas depois ganhámos o gosto e foi então que vi o João Pedro pela primeira vez, com olhos de ver (desculpa a redundância). Ele cantava muito bem. Mais! Ele sabia a canção de cor e cantava-a com alma. Aquele rapaz afinal também sentia e eu estava a gostar tanto de o ver assim. Parecia vivo, parecia outro! A partir daí, deixou de ser o João Pedro impávido e guardei na memória esse momento dele.

E este bláblá para quê, perguntas tu? Porque queria dizer-te que não vale a pena mascarar as tuas emoções e os teus sentimentos. As pessoas não gostam de histéricos, mas também não apreciam pessoas impávidas que passam despercebidas. Fala! Ouve! Sorri! Ri alto! Chora! Bate palmas! Dança! Rodopia! Dorme! Pára! Acorda e vive!

Jacky (20.06.2010)

Anúncios
 

Nó e Laço 21/08/2008

Filed under: amizade,emoções — jacky @ 11:37 am

O que é um laço? Talvez um nó que se desfaz mais facilmente? Talvez por isso na amizade, se criem laços entre as pessoas e não nós. Um laço desata se não for apertado com cuidado. Na amizade, um laço que não é reforçado acaba por separar duas fitas que estavam unidas por experiências em comum, gostos, afinidades e passados que se viveram em conjunto.

A raposa dizia ao principezinho que cativar significa criar laços. Talvez esteja a magia da amizade sabermos que os laços se podem desfazer. Nenhuma fita deveria ficar eternamente amarrada a um nó, submeter-se a ele.

E depois, que fazer quando o laço se desfaz? Não sei… Tentar novo vínculo? Fazer o luto de alguém que partilhou a sua vida connosco e agora já não está disponível efectiva e afectivamente? Não sei… Mesmo assim prefiro criar laços temporários a nós obrigatórios. Só quem tem a liberdade de se afastar é que pode regressar um dia…

first christmas card

 

Não há coincidências? 21/04/2008

Filed under: emoções,France,jacky — jacky @ 11:15 am

Ou haverá?

Há algumas semanas, a vida fez-me cruzar com a Paula Cristina que, conversa puxa conversa, esteve a morar em Paris como eu, no mesmo arrondissement que eu, na mesma altura que eu. Entretanto, falando de filmes franceses e outras coisas, acabámos por descobrir que brincámos as duas no mesmo parque: Parc Monceau.

E mais! Que andámos de patins naquele mesmo ringue. Se calhar até brincámos juntas, caímos e ajudamo-nos a levantar, partilhámos sorrisos e fizemos corridas!

E assim, trinta e tal anos depois, voltámo-nos a cruzar, assim… Não é o máximo?

Obrigada Paula por me fazer relembrar os dias felizes da minha infância 🙂 Aqui fica a fotografia, memória de um passado ainda presente.

 

Presentes para apaixonados 15/01/2008

Filed under: amor,emoções,jacky,trabalhos manuais — jacky @ 7:36 pm

Ou também para o dia dos Namorados!

Fiz estas caixinhas de fósforos para trocas do dia dos Namorados e a partir delas criei este puzzle e este calendário para o mês de Fevereiro. Não são óptimas ideias para se dar a quem se ama em qualquer dia? Dia de namorados para quê?

Experimentem fazer brincadeiras com os flickrtoys: puzzle e calendários

 

2008: tempo de mudança? 07/01/2008

Filed under: emoções — jacky @ 11:45 am

Nos últimos dias do ano, ficamos com desejos de mudança. Apetece-nos mudar de casa, de emprego, de look, de vida… na verdade, tanto faz desde que seja sair desta pasmaceira, desta anestesia geral em que nos encontramos. Tomamos resoluções e pomo-las em prática nos primeiros dias de Janeiro. A maioria das vezes, as resoluções novas não chegam a Fevereiro…

Porquê esses desejos de mudança? Adiantará mudar realmente de casa, de emprego, de aspecto? Penso que não. Precisamos é de transformar o «Eu» i.e. irmos até ao mais profundo de nós mesmos, ao mais autêntico, à própria essência. É então necessário dar de novo lugar aos sonhos que eram espontâneos na infância sem esperar agradar a alguém ou corresponder às expectativas de outrém. Acreditar naquilo que nos faz felizes, viver aquilo que queremos realmente. É deixar o «Mim» que construimos para os Outros para sermos aceites e reconciliarmo-nos com o «Eu» infantil: a energia criativa, potencialidora dos ideais e dos sonhos.

Partindo desta ideia, proponho-vos um desafio: que sonho infantil cada um de nós vai realizar este ano? Aceito propostas!

 

Bom Fim de Semana 24/11/2007

Filed under: blogosfera,emoções,música — jacky @ 1:10 am

Que vais fazer este fim de semana? Eu vou seguir alguns conselhos…

Obrigada sunrise pela partilha deste lindo video que vale a pena ver até ao fim 🙂

 

Habitozinhos… 15/10/2007

Filed under: educação,emoções — jacky @ 9:30 am

Todas as pessoas têm habitozinhos um pouquinho irritantes para o resto dos comuns mortais que convivem com elas. Eu tenho o habitozinho de estar sempre a coçar o nariz e a olhar por cima dos óculos. Há também quem tenha o habitozinho de tirar catotas do nariz, de enrolar o cabelo nos dedos, de tamborilar os dedos e mais uma série deles…  E tu, qual é o teu habitozinho? Não queres partilhá-lo aqui connosco?

Deixo-vos aqui este video de uma moça que não tem o habitozinho das limpezas 😆