Amorizade

Amor + Amizade – Termo de Luandino Vieira

Recolhendo trava-línguas II 26/03/2006

Filed under: trava-línguas — jacky @ 3:02 pm

Gosto muito de trava-línguas e de tentar dizê-los. A língua parece que se enrola toda na boca e são difíceis de se dizerem. Ando a fazer uma recolha de trava-línguas e já tenho estes. Conheces mais alguns?I
– O que é que o eco é?
– O eco é o que o eco é!

II
Eu tagarelaria
Tu tagarelarias
Ele tagarelaria
Nós tagarelaríamos
Vós tagarelaríeis
Eles tagarelariam…

III
Se o papa papasse papa,
Se o papa papasse pão,
O papa papava tudo.
Seria o papa papão!

IV
Olha o sapo dentro do saco,
O saco com sapo dentro.
O sapo batendo papo
E o papo soltando vento.

V
No alto daquela serra
Está uma pega a papar fava seca.
A pega papa a fava
Para que a fava não pape a pega.

VI
Pardal pardo porque palras?
Eu palro e palrarei
porque sou pardal pardo
palrador de el-rei.

VII
O tempo pergunta ao tempo
quanto tempo o tempo tem.
E o tempo responde ao tempo
que o tempo tem tanto tempo
quanto tempo o tempo tem.

VIII
Tecelão tece o tecido
em sete sedas de Sião
tem sido a seda tecida
na sorte do tecelão.

IX
Em português:
Três bruxas olham para três relógios Swatch. Que bruxa olha para que relógio Swatch ?

Agora em inglês…
Three witches watch three Swatch watches. Which witch watches which Swatch watch?

X
Em Português:
As meias da arquiduquesa estarão secas, supersecas?

XI
Em Francês:
Les chaussettes de l'archi-duchesse sont-elles sèches, archi-sèches?

XII
Que faria o Faria se a mulher do Faria morresse?
Faria o que faria qualquer Faria na situação do Faria!
Ponto Azul

XIII
Eu tinha lá em casa dez garrafas de binho, do bom.
Mas a minha mulher obrigou- me a deitá-las fora.
Peguei na primeira garrafa, bebi um copo e despejei o resto na pia.
Peguei na segunda garrafa, bebi outro copo e despejei o resto na pia.
Peguei na terceira garrafa bebi o resto e despejei o copo na pia.
Peguei na quarta garrafa, bebi da pia e despejei o resto no copo.
Peguei no quinto copo deitei a rolha na pia e bebi a garrafa.
Peguei na sexta pia, bebi a garrafa e deitei o copo no resto.
À sétima garrafa, deitei no resto e bebi a pia.
Peguei no copo, bebi no resto e despejei a pia na oitava garrafa.
Despejei a nona pia no copo, peguei na garrafa e bebi o resto.
Ao décimo copo, eu deitei a garrafa no resto e despejei-me na pia.
Se calhar vai dar ressaca…
Katraponga

XIV
Esta burra trota, trota, trota a burra torta, trinca a murta, a murta brota, brota a murta ao pé da porta.
Sunrise

XV
Tenho uma capa bilrada, chilrada, galrripatalhada;
Mandei-a ao senhor bilrador, chilrador, galrripatalhador,
Que ma bilrasse, chilrasse, galrripatalhasse,
Que eu lhe pagaria bilraduras, chilraduras, galrripatalhaduras.
Sunrise

XVI
Esta casa está ladrilhada.
Quem a desladrilhará?
O desladrilhador
Que a desladrilhar
Bom desladrilhador será.
Sunrise

XVII
Debaixo da pia há um pinto que pia.
Quanto mais a pia pinga mais o pinto pia.
A pia pinga, o pinto pia,
pinga a pia, pia o pinto,
O pinto perto da pia, a pia perto do pinto.
Sunrise

XVIII
Se não passasse quem passou, passava quem não passou, mas como passou quem passou, não passou quem não passou.
wind

XIX
Um tigre, dois tigres, três tigres.
Sonhador Acordado

XX
No vaso havia uma aranha
e uma rã.
A rã arranha a aranha,
A aranha arranha a rã
Passim

XXI
A arara da Iara
Iara amarra
A arara rara;
A rara arara
De Araraquara.
Passim

XXII
O Rato roeu a rolha da garrafa de Rum do Rei da Russia.
wind

Anúncios
 

Recolhendo trava-línguas… 06/03/2006

Filed under: trava-línguas — jacky @ 12:36 pm

Gosto muito de trava-línguas e de tentar dizê-los. A língua parece que se enrola toda na boca e são difíceis de se dizerem. Ando a fazer uma recolha de trava-línguas e já tenho estes. Conheces mais alguns?I
– O que é que o eco é?
– O eco é o que o eco é!

II
Eu tagarelaria
Tu tagarelarias
Ele tagarelaria
Nós tagarelaríamos
Vós tagarelaríeis
Eles tagarelariam…

III
Se o papa papasse papa,
Se o papa papasse pão,
O papa papava tudo.
Seria o papa papão!

IV
Olha o sapo dentro do saco,
O saco com sapo dentro.
O sapo batendo papo
E o papo soltando vento.

V
No alto daquela serra
Está uma pega a papar fava seca.
A pega papa a fava
Para que a fava não pape a pega.

VI
Pardal pardo porque palras?
Eu palro e palrarei
porque sou pardal pardo
palrador de el-rei.

VII
O tempo pergunta ao tempo
quanto tempo o tempo tem.
E o tempo responde ao tempo
que o tempo tem tanto tempo
quanto tempo o tempo tem.

VIII
Tecelão tece o tecido
em sete sedas de Sião
tem sido a seda tecida
na sorte do tecelão.

IX
Em português:
Três bruxas olham para três relógios Swatch. Que bruxa olha para que relógio Swatch ?

Agora em inglês…
Three witches watch three Swatch watches. Which witch watches which Swatch watch?

X
Em Português:
As meias da arquiduquesa estarão secas, supersecas?

Em Francês:
Les chaussettes de l’archi-duchesse sont-elles sèches, archi-sèches?

 

trava-línguas francês 27/05/2005

Filed under: trava-línguas — jacky @ 11:32 am

Em Português:
As meias da arquiduquesa estarão secas, supersecas?

Em Francês:
Les chaussettes de l’archi-duchesse sont-elles sèches, archi-sèches?

(Amanhem-se lá entre ches e sses!)
😀

 

trava-línguas inglês

Filed under: trava-línguas — jacky @ 11:19 am

Em português:
Três bruxas olham para três relógios Swatch. Que bruxa olha para que relógio Swatch ?

Agora em inglês…
Three witches watch three Swatch watches. Which witch watches which Swatch watch?

Recebido por email 🙂

 

Trava-línguas VIII 06/05/2005

Filed under: trava-línguas — jacky @ 2:06 pm

Tecelão tece o tecido
em sete sedas de Sião
tem sido a seda tecida
na sorte do tecelão.

 

Trava-línguas VII

Filed under: trava-línguas — jacky @ 2:00 pm

O tempo pergunta ao tempo
quanto tempo o tempo tem.
E o tempo responde ao tempo
que o tempo tem tanto tempo
quanto tempo o tempo tem.

 

Trava-línguas VI 21/04/2005

Filed under: trava-línguas — jacky @ 6:33 pm

Pardal pardo porque palras?
Eu palro e palrarei
porque sou pardal pardo
palrador de el-rei.