Amorizade

Amor + Amizade – Termo de Luandino Vieira

melodias felizes 6/100 21/02/2008

Filed under: melodias felizes — jacky @ 11:13 pm

Em 1987, o meu pai deu-me uma aparelhagem Pioneer por eu ter entrado no ensino superior. Fui a primeira pessoa dos meus amigos e conhecidos a ter um leitor de cds. Ena pá, só por si, ficava tudo a admirar-me. O problema é que costumavam dizer:

– Eh pá, tens leitor de cds, espectacular! E quantos cds tens?

Aí é que já era pior, porque só tinha um ÚNICO (durante mais de um ano)! É que agora um cd custa 15€ e na altura, custavam 3.500$ o que era uma verdadeira fortuna para a minha mesada! Lembras-te qual foi o teu primeiro CD?

Apresento-vos então com prazer os Housemartins, the Caravan of Love

 

8 Responses to “melodias felizes 6/100”

  1. Joana Says:

    O meu primeiro cd, e durante muitos meses o único, foi o best off da Tina Turner. O segundo foi o “Melhor dos Trovante”🙂

  2. Zita Says:

    Housemartins gosto bastante. Tiveste uma boa ideia, algumas das músicas da nossa infancia/adolescencia, nunca se esquecem e ainda hoje se ouvem com gosto, sem serem consideradas “pirosas”.
    Eu nunca tive aparelho de Cd apenas um leitor “foleiro” de cassetes e reaproveitava as cassetes usadas para gravar de novo o que passava na rádio. O “xinto” era muito apertado lá em casa e daí só o essencial.
    Mas uma cassete que lutei para a conquistar e acho que foi a primeira compra foram os Orchestral Manouvers in the dark.
    Beijinhos e é sempre bom vir visitar-te.

  3. Zita Says:

    “cinto” – desculpa

  4. catarinia Says:

    Lembro-me sim senhores! Foi o “Best Of Rockers N’ Ballads”, dos Scorpions.

    Mas mais! Também me lembro do meu primeiro álbum de todos os tempos, desenterrado do baú da memória graças à Ana Galvão e à Antena3: foi o “Push”, dos Bross. Até lhe dediquei um post em exclusivo no Universo, não há muito tempo…😆

  5. gitas Says:

    Não me lembro qual foi o meu 1º CD, mas lembro-me desse grupo, o qual na altura gostava muito🙂

  6. Lembro-me bem, foi o CD ao vivo dos Resistência no Armazém 22. Só que eu não tinha leitor na altura…

    O Caravan of Love é imortal. Confesso que quando saíu não era dos meus preferidos, mais recentemente é que passei a gostar muito da canção, talvez por estar mais ligado agora à música coral. O Caravan não é bem coral, mas tem muito que ver, por ser “a capella” e com harmonizações vocais.

  7. Faltou dizer que o CD dos Resistência me foi oferecido, daí a razão de ter o CD e não ter leitor.

    Bjs

  8. Alexandre Says:

    Sticky Fingers, na altura (87/88) ainda gostava dos Stones, e comprei porque o LP.. tadico dele. Só 5 ou 6 anos depois comprei o primeiro leitor, um discman em 2ª mão, mais barato que o CD😛


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s