Amorizade

Amor + Amizade – Termo de Luandino Vieira

Os silêncios da Fala, Maria Teresa Horta 17/08/2005

Filed under: poemas de amor — jacky @ 11:02 am


Alfred Gockel

São tantos
os silêncios da fala

De sede
De saliva
De suor

Silêncios de silex
no corpo do silêncio

Silêncios de vento
de mar
e de torpor

De amor

Depois, há as jarras
com rosas de silêncio

Os gemidos
nas camas

As ancas
O sabor

O silêncio que posto
em cima do silêncio
usurpa do silêncio o seu magro labor.

Anúncios
 

3 Responses to “Os silêncios da Fala, Maria Teresa Horta”

  1. ana Says:

    è divino este poema,obrigada por o partilhares connosco.
    beijinhos

  2. wind Says:

    Mais um belo poema desta poetisa:)

  3. jacky Says:

    Também achei, Ana 🙂

    Ela é excelente, wind 🙂


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s